Esperanças e temores 2021 - PwC Brasil

As opiniões de 32.500 trabalhadores

  • 50% estão animados ou confiantes em relação ao futuro

    39% acham que seu trabalho ficará obsoleto em 5 anos

    72% desejam uma combinação de trabalho remoto e presencial

    50% têm seu crescimento profissional travado devido à discriminação no trabalho

Os trabalhadores querem mais habilidades digitais, mais inclusão e mais flexibilidade

Em uma das maiores pesquisas globais com trabalhadores, os entrevistados se revelaram otimistas, mas também expressaram alguns temores. Eles dizem estar animados ou confiantes quanto ao futuro. A maioria acredita que pode enfrentar os desafios da automação, algo que ficou provado durante a pandemia, quando eles aprenderam novas habilidades digitais e se adaptaram rapidamente ao trabalho remoto. Mesmo assim, muitas pessoas acham que seu emprego está em risco e metade dos entrevistados sente que perdeu oportunidades de carreira ou de treinamento devido à discriminação.

A PwC se empenha em lançar luz sobre questões que envolvam a exclusão digital e os benefícios sociais e econômicos de uma colaboração público-privada maior no processo de upskilling e requalificação. Há muito a fazer para criar locais de trabalho mais inclusivos e com maior diversidade, que permitam a todos oferecer o que têm de melhor.

As pessoas estão preocupadas com a segurança no emprego

  • 60% estão preocupados com o fato de a automação estar colocando muitos empregos em risco.

    48% acreditam que o emprego tradicional não existirá no futuro e que venderemos nossas habilidades em curto prazo para quem precisa delas.

    56% acham que poucas pessoas terão empregos estáveis e de longo prazo no futuro; esse resultado sobe para 81% na Índia.

    61% acham que seu governo deve agir para proteger empregos. Esse sentimento é mais agudo entre os jovens de 18 a 34 anos (66%) do que entre aqueles com mais de 55 anos (51%).

    39% acreditam que seu trabalho provavelmente se tornará obsoleto em cinco anos.

A lição que fica

A pandemia já afetou indústrias inteiras, contribuindo para aumentar a ansiedade das pessoas quanto ao futuro.

À medida que as empresas aceleram seus planos de automação e muitos empregos continuam remotos, empregados de todos os setores precisarão adquirir novas habilidades para conseguir pensar e trabalhar de maneiras diferentes. O amanhã não é um destino fixo. Precisamos planejar para viver futuros dinâmicos, não estáticos.

Acesse o estudo na íntegra clicando aqui

Siga nossas Redes Sociais

Receba nossas Notícias